quinta-feira, 16 de junho de 2011

Regras de COLOCAÇÃO PRONOMINAL

Com exemplos da Bíblia:

Os pronomes oblíquos (me – te – se - o /a/ lhe – nos – vos – se – os /as/ lhes) podem ocupar três posições básicas em torno do verbo: antes (próclise), no meio (mesóclise) e depois (ênclise). Observe:

PRÓCLISE
Exemplo: Nunca o vi assim tão feliz! Exemplo da Bíblia: “O olho, que já o viu, jamais o verá...” (Jó 20:9).
Emprega-se a PRÓCLISE quando o verbo vem precedido de termos atrativos:
NEGAÇÃO: Não te é lícito possuí-la” (Mt. 14:4b).
ADVÉRBIO: Já se escureceram de mágoa os meus olhos” (Jó 17:7a).
PRONOME RELATIVO: “Não temerei dez milhares de pessoas que se puseram contra mim e me cercam” (Sl. 3:6).
PRONOME INDEFINIDO: Tudo se cumpriu” (Js. 21:45b).
CONJUNÇÃO SUBORDINATIVA: Se se prega que Cristo ressuscitou dentre os mortos, como dizem alguns dentre vós que não há ressurreição de mortos?” (1 Co. 15:12).
NA ORAÇÃO INTERROGATIVA: “Quem me desmentirá e desfará as minhas razões?” (Jó 24:25b).
NA ORAÇÃO EXCLAMATIVA: Quem me dera agora, que as minhas palavras fossem escritas! Quem me dera, fossem gravadas num livro!” (Jó 19:23).
JUNTO AO GERÚNDIO: “Em se pondo o sol...” (Dt. 24:13a).
JUNTO AO INFINITIVO PESSOAL: “E o Senhor te porá por cabeça, e não por cauda; e só estarás em cima, e não debaixo, se obedeceres aos mandamentos do Senhor teu Deus...” (Dt. 28:13).

MESÓCLISE:
Emprega-se a MESÓCLISE com o futuro do presente e o futuro do pretérito, se o verbo não estiver precedido de partícula atrativa:
Exemplos da Bíblia: Convencê-lo-ia a desistir de seus maus intentos. Exemplos bíblico: Louvar-te-ei no meio da congregação”. / Portar-me-ei com inteligência no caminho reto” (Sl. 22:22; 101:2a). / Ser-vos-ia bom, se ele vos esquadrinhasse?” / Deleitar-se-á no Todo-Poderoso, ou invocará a Deus em todo o tempo?” / Ensinar-vos-ei acerca da mão de Deus, e não vos encobrirei o que está com o Todo-Poderoso (Jó 13:9, 27:10, 11).

ÊNCLISE:
Exemplos da Bíblia: Vão-se as esperanças, quando morre a fé. Exemplo da Bíblia: Disse-me ela: Deixa-me colher espigas, e ajuntá-las entre as gavelas após os segadores”.
Usa-se a ÊNCLISE com as seguintes formas verbais:
IMPERATIVO AFIRMATIVO: Pede-me, e eu te darei os gentios por herança”. / Perturbai-vos e não pequeis; falai com o vosso coração sobre a vossa cama, e calai-vos. / Levanta-te, Senhor, na tua ira; exalta-te por causa do furor dos meus opressores”. / Atende-me, ouve-me, ó Senhor meu Deus”. / Salva-nos, Senhor; ouça-nos o rei quando clamarmos (Sl. 2: 8; 4:4; 7:6; 13:3; 20:9).
GERÚNDIO: “Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se maldição por nós” (Gl. 3:13). / “E sucedia que, quando levavam o cofre pelas mãos dos levitas, segundo o mandado do rei, e vendo-se que já havia muito dinheiro...” (2 Cr. 24:11a).
INFINITIVO PESSOAL: “E tornou a enviá-lo a Pilatos” (Lc. 23:11).

DICAS:
Na norma-padrão, não se inicia frase com pronome oblíquo átono. Portanto, não é correto escrever: “Te amo muito”. Escreve-se corretamente: Amo-te muito.
Depois de vírgula, a preferência é pela ênclise. Exemplo: A esposa, ao ver o marido, encheu-se de alegria.

---
É isso!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Caso tenha alguma pergunta relacionada à Gramática, faça uso desse espaço...