quinta-feira, 16 de junho de 2011

Usando corretamente os SINAIS DE PONTUAÇÃO

VÍRGULA ( , ) assinala uma pequena pausa. Emprega-se nos seguintes casos:
Para separar orações justapostas sem conectivo. Exemplos da Bíblia: “Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos, unges a minha cabeça com óleo, o meu cálice transborda” (Sl. 23:5). / “Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé” (2 Tm. 4:7). / “Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta” (1 Co. 13:7).
Para separar elementos de uma enumeração. Exemplos da Bíblia: “Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança” (Gl. 5:22). / “Porque do interior do coração dos homens saem os maus pensamentos, os adultérios, as prostituições, os homicídios, os furtos, a avareza, as maldades, o engano, a dissolução, a inveja, a blasfêmia, a soberba, a loucura” (Mc. 7:21, 22).

Para separar elementos explicativos (ou seja, a saber, isto é, por exemplo, além disso, então, aliás etc.). Exemplos da Bíblia: “Porque vos tenho preparado para vos apresentar como uma virgem pura a um marido, a saber, a Cristo” (1 Co. 11:2b). / “Porque eu sei que em mim, isto é, na minha carne, não habita bem algum” (Rm. 7:18a). / “Há, por exemplo, tanta espécie de vozes no mundo” (1 Co. 14:10a). / “Nem se deita vinho novo em odres velhos; aliás, rompem-se os odres, e entorna-se o vinho” (Mt. 9:17a).
As intercalações devem ser colocadas entre vírgulas. Exemplos da Bíblia: “E Estevão, cheio de fé e de poder, fazia prodígios e grandes sinais entre o povo” (At. 6:8). / “Porque nós, os que temos crido, entramos no repouso” (Hb. 4:3a). / “Porque Cristo, estando nós ainda fracos, morreu a seu tempo pelos ímpios” (Rm. 5:6).
Para separar as conjunções adversativas (todavia, contudo, entretanto, mas etc.). Exemplos da Bíblia: “Sabei, contudo, isto: já o reino de Deus é chegado a vós” (Lc. 10:11b). / “Eu, porém, vos digo que não resistais ao mal” (Mt. 5:39a). / “E sucedeu que, entretanto, os céus se enegreceram com nuvens e vento” (1 Rs. 18:45a). / “Se, todavia, estando vestidos, não formos achados nus” (2 Co. 5:3). / “A ciência incha, mas o amor edifica” (1 Co. 8:1b).
Para separar as conjunções explicativas (pois, portanto, logo etc.). Exemplo da Bíblia: “Estai, pois, firmes na liberdade com que Cristo nos libertou” (Gl. 5:1a).
Para separar, nas datas, o nome da localidade. Exemplo: São Paulo, 18 de fevereiro de 2011.
Para separar o nome da rua (avenida, praça, alameda) do número nos endereços. Exemplo: Praça da Bíblia, 101.
Para separar termos paralelos dos provérbios. Exemplos da Bíblia: “Quanto maior a altura, maior a queda”. / “Quem ama o feio, bonito lhe parece”. Exemplo da Bíblia: “Olho por olho, dente por dente” (Lv. 24:20).
Para separar pleonasmos ou palavras repetidas. Exemplos da Bíblia: “Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome?” / “Jerusalém, Jerusalém, que matas os profetas, e apedrejas os que te são enviados!” (Mt. 7:22a; 23:37a). / “Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste?” (Sl. 22:1a). / “Jesus respondeu: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus” (Jo. 3:5).
Para separar vocativos (chamamento, invocação). Exemplos da Bíblia: “Levantai, ó portas, as vossas cabeças; levantai-vos, ó entradas eternas, e entrará o Rei da Glória” (Sl. 24:7).
Para separar alguns apostos (palavra ou frase que explica um ou vários termos expressos na oração). Exemplos da Bíblia: “Jesus, Filho de Davi, tem misericórdia de mim” (Lc.18:38b). / “Paulo, apóstolo de Jesus Cristo, pela vontade de Deus” (1 Co. 1:1a). / “Em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, levanta-te e anda” (At. 3:6b). / “Vós, mulheres, estai sujeitas a vossos próprios maridos, como convém no Senhor. Vós, maridos, amai a vossas mulheres, e não vos irriteis contra elas. Vós, filhos, obedecei em tudo a vossos pais, porque isto é agradável ao Senhor” (Cl. 3:18-20).
Para assinalar a omissão do verbo ou de palavra (elipse): Exemplo da Bíblia: “E eles disseram: Uns, João o Batista; outros, Elias; e outros, Jeremias ou um dos profetas” (Mt. 16:14).
Para isolar expressões de sentido explicativo ou corretivo. Exemplos da Bíblia: “Há, por exemplo, tanta espécie de vozes no mundo, e nenhuma delas é sem significação” (1 Co. 14:10). / “Porque eu sei que em mim, isto é, na minha carne, não habita bem algum” (Rm. 7:18a).
Para separar as orações adjetivas explicativas. Exemplos da Bíblia: “Mas Deus, que consola os abatidos, nos consolou com a vinda de Tito” (2 Co. 7:6). / “Lembra-te de que Jesus Cristo, que é da descendência de Davi, ressuscitou dentre os mortos, segundo o meu evangelho” (2 Tm. 2:8). / “No dia seguinte João viu a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo” (Jo. 1:29). / “Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque eles serão fartos” (Mt. 5:6).
Quando numa oração houver dois sujeitos separados pela conjunção “e”, a vírgula é necessária para evitar ambigüidades. Exemplo: João foi à igreja, e Maria foi ao cinema. Exemplos da Bíblia: “E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará” (Jo. 8:32). / “Nós somos loucos por amor de Cristo, e vós sábios em Cristo” (1 Co. 4:10a). / “Pois a tua misericórdia é grande até aos céus, e a tua verdade até às nuvens” (Sl. 57:10);
Separa, na Bíblia, versículos seqüenciais. Por exemplo: Gn. 1:1, 2; Gl. 4:3, 4).

A vírgula não deve ser usada nos seguintes casos:
Entre o sujeito e o verbo, entre o verbo e o seu complemento. Sendo assim, não se deve escrever, por exemplo: “Os inimigos da pátria, foram todos derrotados”. / “Maria, foi fiel ao esposo até morrer...” / “As pessoas devem seguir, sempre pelo caminho da verdade”. Grafa-se corretamente: Os inimigos da pátria foram todos derrotados. / Maria foi fiel ao esposo até morrer...... / As pessoas devem seguir sempre pelo caminho da verdade (tudo numa taca só, sem vírgula). Exemplos da Bíblia: “E outra vez vos digo que é mais fácil passar um camelo pelo fundo de uma agulha do que entrar um rico no reino de Deus” (Mt. 19:24). / “A graça de nosso Senhor Jesus Cristo seja convosco” (1 Ts. 5:28).
Como regra geral, não se deve usar vírgula antes da conjunção aditiva “e”. Exemplo da Bíblia: “E foi também convidado Jesus e os seus discípulos para as bodas” (Jo. 2:2). Porém, quando se quer enfatizar ou realçar idéias conotativas, ou quando este “e” é repetido de forma enfática, a vírgula pode ser necessária. Exemplos da Bíblia: “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus” (Jo. 1:1). / “Ainda uma vez, daqui a pouco farei tremer os céus, e a terra, e o mar, e a terra seca” (Ag. 2:5b). / “E desceu a chuva, e correram rios, e assopraram ventos, e combateram aquela casa, e caiu, e foi grande a sua queda” (Mt. 7:27).

PONTO E VÍRGULA
( ; ) – emprega-se o ponto e vírgula, nos seguintes casos:
Para separar orações coordenadas muito longas, nas quais há unidade de sentido, ou que tenham aspectos em comum, por exemplo, o mesmo sujeito, o mesmo verbo, a mesma estrutura etc. Exemplos da Bíblia: “Eu, porém, vos digo que de maneira nenhuma jureis; nem pelo céu, porque é o trono de Deus; nem pela terra, porque é o escabelo de seus pés; nem por Jerusalém, porque é a cidade do grande Rei; nem jurarás pela tua cabeça, porque não podes tornar um cabelo branco ou preto” (Mt. 5:34-36).
Para separar os itens de uma lei, de um estatuto, de um decreto, de uma sentença etc. Exemplo:
Art. 1o São as seguintes as modalidades de certidões a serem expedidas pelas Juntas Comerciais:
I - Simplificada;
II - Específica;
III - Inteiro Teor.
Separa, na Bíblia, capítulos e livros
. Por exemplo: Mt. 1: 1-5; 10:23; Gn. 1:2.

DOIS PONTOS
(:) – É usado nas seguintes situações:
Assinalar uma citação, uma fala, um esclarecimento ou uma enumeração. Exemplos da Bíblia: “Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim” (Jo. 14:6). / “Há três coisas me maravilham, e a quarta não a conheço: o caminho da águia no céu, o caminho da cobra na penha, o caminho do navio no meio do mar e o caminho do homem com uma virgem” (Pv. 30:18, 19). / “Ora, os nomes dos doze apóstolos são estes: O primeiro, Simão, chamado Pedro, e André, seu irmão; Tiago, filho de Zebedeu, e João, seu irmão” (Mt. 10:2). / “Por isso também na Escritura se contém: Eis que ponho em Sião a pedra principal da esquina, eleita e preciosa; E quem nela crer não será confundido (1 Pe. 2:6).
Separar, na Bíblia, o capítulo do versículo. Por exemplo: Pv. 2:4; Is. 6:8.

PONTO DE INTERROGAÇÃO
(?)
Emprega-se no fim de uma frase interrogativa, assinalando uma pergunta direta. Exemplos da Bíblia: “Senhores, que é necessário que eu faça para me salvar?” (At. 16:30b). / “Mulher virtuosa quem a achará?” (Pv. 31:10a). / “Se Deus é por nós, quem será contra nós?” /“Quem nos separará do amor de Cristo?” (Rm. 8:31b, 35a). / “Onde está o sábio? Onde está o escriba? Onde está o inquiridor deste século? Porventura não tornou Deus louca a sabedoria deste mundo? / Onde está, ó morte, o teu aguilhão? Onde está, ó inferno, a tua vitória?” (1 Co. 1:20; 15:55).

PONTO DE EXCLAMAÇÃO
(!)
Emprega-se no fim de qualquer frase, expressando sentimentos, emoções, dor, tristeza, alegria, surpresa, ironia, admiração, súplica etc. Exemplos da Bíblia: “Oh! quanto amo a tua lei!” (Sl. 119:97a). / “Ah! se alguém pudesse contender com Deus pelo homem, como o filho do homem pelo seu amigo!” (Jó 16:21). / “Miserável homem que eu sou!” / “Ó profundidade das riquezas, tanto da sabedoria, como da ciência de Deus! Quão insondáveis são os seus juízos, e quão inescrutáveis os seus caminhos!” (Rm. 7:24a; 11:33).

RETICÊNCIAS
(...) – é usada nos seguintes casos:
Para assinalar uma interrupção na frase, indicando que o sentido da oração não está completo: “Ela amou o marido de tal maneira que...” / “Moro em...”
Indicar hesitação ou dúvida de quem fala: "Olha... não repare... quer dizer..."
No fim de uma frase, quando se quer sugerir a continuidade da idéia: “Aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo depois disso...”

ASPAS
( ) – emprega-se nas seguintes situações:
No começo e no fim de uma citação. Exemplo: Jesus disse: “Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida”.
Para realçar uma palavra ou expressão. Exemplo: O “Êxodo” narra a libertação dos hebreus da escravidão no Egito.

TRAVESSÃO
(-)
Emprega-se nos seguintes casos:
Para assinalar, num texto, a fala das personagens. Exemplo: “ - Pai, dá-me a parte da fazenda que me pertence – disse o filho mais novo”.
Para realçar de maneira especial frases ou expressões explicativas ou apositivas. Exemplo da Bíblia: “E disse-lhes: Está escrito: A minha casa será chamada casa de oração – mas vós a tendes convertido em covil de ladrões” (Mt. 21:13).

PARÊNTESES
( )
Assinala uma informação ou observação de caráter explicativo-intercalativo, podendo substituir a vírgula ou o travessão. Exemplos da Bíblia: “E Jesus, voltando-se e vendo que eles o seguiam, disse-lhes: Que buscais? E eles disseram: Rabi (que, traduzido, quer dizer Mestre), onde moras?” (Jo. 1:38). / “Porque melhor é que padeçais fazendo bem (se a vontade de Deus assim o quer) do que fazendo mal” (1 Pe. 3:17). / “Ora, em recompensa disso, (falo como a filhos) dilatai-vos também vós” (2 Co. 6:13). / “Paulo (chamado apóstolo de Jesus Cristo, pela vontade de Deus) e o irmão Sóstenes” (1 Co. 1:1).

PONTO ( . )
É usado da seguinte forma:
No fim de uma frase declarativa. Exemplos da Bíblia: “Jesus chorou”. (Jo. 11:35). / “No princípio criou Deus os céus e a terra. E a terra era sem forma e vazia...” (Gn. 1:1, 2a).
Nas abreviaturas: Gn., Av., a.C. etc.

PALAVRA FINAL:
Decorar tais regras não é tarefa nada fácil. Assim, a melhor maneira de se aprender usar corretamente todos esses sinais, é, sem dúvida, mediante a prática da leitura e da escrita. Quando adquirimos o hábito de ler, mais que aprender cultura, assimilamos naturalmente todas as regras necessárias para se escrever um bom texto, incluindo as regras de pontuação. Portanto: LEIA!

---
É isso!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Caso tenha alguma pergunta relacionada à Gramática, faça uso desse espaço...